3 truques malandros para fazer com pendrives

3 truques malandros para fazer com pendrives

Não é segredo para ninguém que os pendrives são dispositivos realmente úteis. Afinal de contas, eles permitem que você vá para qualquer lugar carregando os arquivos que você precisar, além de facilitar a transferência de dados entre computadores. Por conta disso, hoje em dia, é difícil encontrar alguém que ainda não tenha utilizado um aparelho desses.

Acontece que os pendrives também podem ser utilizados de diferentes maneiras e com objetivos variados, sendo que esses usos alternativos talvez sejam benéficos para a sua rotina. Pensando nisso, o site Gizmodo preparou uma pequena lista com dicas para que você dê um destino diferente ao seu pendrive.

Abaixo, você confere três das alternativas mais interessantes selecionadas pelo Tecmundo.

1. Para aumentar a segurança

Se você é uma pessoa que leva a segurança do seu computador muito a sério, é bem provável que não negue uma dica para aumentar as suas “barreiras”. Sendo assim, saiba que você pode utilizar diferentes programas para bloquear e desbloquear a sua máquina utilizando o seu pendrive — basta inserir o pequeno aparelho em uma porta compatível.

Um exemplo de ferramenta que permite este tipo de trabalho é o Predator, sendo que você pode clicar no botão abaixo para realizar o download 

Baixar Predator

2. Entrando na internet

3 truques malandros para fazer com pendrives

O sistema Windows permite que você salve as informações da sua rede WiFi em um pendrive para se conectar de maneira mais rápida à internet. Para que isso seja possível, você precisa estar conectado e inserir um pendrive em uma das suas portas. Em seguida, clique no ícone de wireless e dê um clique com o botão direito do mouse na rede que estiver logado.

Depois, selecione “Propriedades” e, na janela que abrir, procure pela aba “Conexão”. Com os passos anteriores seguidos, clique em “Copiar este perfil de internet para um dispositivo USB”. Por último, conecte o seu pendrive no computador desejado, dê um clique duplo no arquivo “setupSNK.exe” e finalize a instalação.

3. Uma ajudinha para a memória RAM

No caso de o seu computador contar com pouca memória RAM, há a possibilidade de utilizar pendrives para que esse problema seja contornado. Alguns softwares usam esses dispositivos para guardar um pouco da memória temporária utilizada pelo PC, algo que deve melhorar o desempenho da sua máquina.

Contudo, vale ressaltar que, caso o seu computador tenha 4 GB de RAM, por exemplo, é provável que a diferença não seja muito perceptível. Se você ainda estiver interessado, é possível clicar no botão abaixo para acessar a página do eBoostr 

Baixar eBoostr

 

fonte e notícia : tecmundo

Paciente recebe a primeira espinha dorsal eletrônica

Paciente recebe a primeira espinha dorsal eletrônica

Atualmente, uma equipe de médicos nos EUA trabalha na instalação da primeira espinha dorsal eletrônica em um paciente. Conforme reportou o site do The Washington Post, o escolhido foi um homem cujos membros estão paralizados da cintura para baixo.

Intitulada “Neurobridge”, a tecnologia consiste em um chip instalado no cérebro do paciente, cuja função é transmitir informações para um computador. Este, em seguida, decodificará os dados e os remeterá a um grupo de eletrodos presos ao antebraço do paciente — sem absolutamente passar pela espinha danificada, portanto.

Embora o procedimento ainda não tenha se mostrado efetivo, o grupo — formado por médicos e engenheiros — espera poder mostrar os primeiros resultados dentro de algumas semanas.

 

fonte e notícia : tecmundo

Canonical abandona o Ubuntu para Android

Canonical abandona o Ubuntu para Android

Se você acompanha notícias relacionadas ao mercado de tecnologia há algum tempo, já deve ter ouvido falar sobre o Ubuntu para Android, não é mesmo? Este projeto da Canonical consistia em um celular inteligente com o software móvel da Google, mas que, quando ligado a um monitor e um teclado, possibilitasse o uso do sistema Ubuntu completo.

Essa idéia agradou muita gente por um tempo, mas a novidade é o fato de que a Canonical está abandonando o desenvolvimento deste programa a partir desta quarta-feira (30). Os motivos exatos para que isso acontecesse não ficaram bem claros, mas acredita-se que os bugs enfrentados pela companhia tenham enfraquecido o projeto.

Além disso, a Canonical também está investindo grande parte dos seus esforços para criar o seu próprio sistema operacional para aparelhos móveis. Uma jornada dessa já gasta muito dos recursos da companhia, sendo que ela não encontrou um parceiro para continuar construindo o Ubuntu para Android, resultando no seu abandonamento.

fonte e notícia : tecmundo

Android: como recuperar fotos apagadas

Android: como recuperar fotos apagadas

A recuperação de arquivos perdidos ou danificados é tema de constante debate. Já sabemos, por exemplo, como recuperar dados apagados de um pendrive. Mas e como resgatar imagens perdidas de aparelhos Android? Neste tutorial, a forma de uso do aplicativo DiskDigger será demonstrada. Selecione os diretórios de seu aparelho e realize buscas por fotos nas extensões JPG e PNG de forma rápida e gratuita com este app. Veja como é fácil.

Pré-requisitos

  • Requer Android 2.2 ou superior
  • Seu aparelho deve ser rooteado (saiba mais sobre este processo aqui)
  • Baixe o aplicativo por meio da Play Store

Android: como recuperar fotos apagadas

Passo 1 – Instalação

Depois de fazer o download de DiskDigger, o aplicativo irá lhe solicitar as permissões de “super-usuário” – função esta que, quando ativada, concede acesso completo a todos os recursos do dispositivo e de armazenamentos. Toque sobre a opção “Permitir”, dispense, neste caso, a versão PRO de DiskDigger e siga então para o próximo passo rumo à recuperação de suas fotos nos formatos JPEG ou PNG (arquivos de MP4 podem ser também encontrados).

Android: como recuperar fotos apagadas

Passo 2 – Selecione um diretório

A interface de DiskDigger é bastante objetiva. E para que sua procura pelo arquivo perdido logo possa começar, uma das pastas exibidas pela tela inicial do aplicativo deverá ser selecionada. Vasculhe pasta por pasta por meio deste comando: clique sobre um dos diretórios exibidos, selecione as extensões das imagens que deverão ser encontradas (JPG ou PNG) e finalize a ação em “OK”.

Android: como recuperar fotos apagadas

Passo 3 – Salve a foto em uma pasta específica

É importante mencionar novamente que uma busca completa por todas as pastas exibidas porDiskDigger deve ser feita. Se a sua foto apagada acidentalmente ainda estiver armazenada em algum diretório de seu Android, o aplicativo vai tratar de encontrá-lo. Encontradas então suas imagens, clique sobre elas e as salve por meio do botão “Save local…”.

Android: como recuperar fotos apagadas

Navegue pelas pastas de seu aparelho, selecione o local que deverá armazenar o arquivo encontrado e finalize o processo em “OK”. Para que a imagem recuperada seja visualizada, você terá de acessar o dado em seu local de hospedagem (em nosso caso, selecionamos a pasta “Screenshots”).

Android: como recuperar fotos apagadas

 

Apesar de não termos encontrados problemas ao recuperar dois de nossos arquivos de imagem deletados, pode ser que as extensões procuradas por você não possam ser “desenterradas” por DiskDigger. Acontece que os dados temporários podem ter sido sobrescritos em seu aparelho Android. Consulte este link para mais informações acerca da recuperação de dados e encontre a solução mais adequada ao seu problema.

 

fonte e notícia : tecmundo

Sistemas de controle de tráfego urbano são alvos fáceis para hackers

Sistemas de controle de tráfego urbano são alvos fáceis para hackers

Embora filmes como “Duro de Matar 4.0” e games como Watch Dogs briquem com a ideia de usar hacks para invadir sistemas de tráfego urbano e garantir a ocorrência frequente de sinaleiros abertos, no mundo real atividades do tipo nunca parecem ter sido reproduzidas. No entanto, a suposta impossibilidade de que situações semelhantes se repitam no mundo real é fruto de uma sensação falsa de segurança, alertam especialistas da área.

Segundo Cesar Cerrudo, um pesquisador argentino ligado à IoActive, grande parte do sistema de tráfego usado em grandes cidades dos Estados Unidos possui um nível tão baixo de segurança que qualquer um com conhecimento na área poderia manipulá-los sem grande dificuldade.

Sistemas de controle de tráfego urbano são alvos fáceis para hackers

Cerrudo, que vai apresentar suas descobertas sobre o assunto durante a conferência Infiltrate, afirma que um dos pontos mais vulneráveis do sistema é o controlador Sensys Networks VDS240. Instalado em mais de 40 cidades dos Estados Unidos e em outros nove países, o dispositivo é constituído por sensores magnéticos embutidos em estradas que transmitem dados a pontos de acesso e repetidores instalados nas proximidades e que em seguida são enviados aos controladores de tráfego.

Protocolos pouco seguros

O principal problema do sensor é o fato de ele usar um protocolo de comunicação próprio semelhante ao Zigbee, mas que não conta com sistemas de criptografia e autenticação confiáveis. Com isso, hackers podem monitorar as informações obtidas ou até mesmo alimentar o sistema como um todo com dados falsos.

Sistemas de controle de tráfego urbano são alvos fáceis para hackers

Embora um criminoso não tivesse o potencial de controlar sinaleiros diretamente, ele poderia passar a indicar que uma via congestionada estava com um fluxo livre de veículos. Além disso, seria possível convencer os controladores de tráfego que uma rua sem carros estava cheia de veículos, o que influenciaria na quantidade de tempo que o sinal verde é exibido, por exemplo.

“Toda a comunicação é feita em texto sem nenhuma criptografia ou mecanismo de segurança. Informações sobre a identificação do sensor, comandos etc. podem ser observadas sendo transmitidas dessa maneira. Isso permite que comunicações sem fio recebidas e enviadas pelos dispositivos possam ser monitoradas pelos atacantes, que podem enviar comandos arbitrários e manipular esses aparelhos”, alerta Cerrudo.

 

fonte e notícia : tecmundo

Microsoft Research trabalha em laboratório secreto nos moldes do Google X

Microsoft Research trabalha em laboratório secreto nos moldes do Google X

Aparentemente cansada de ver o Google dominando manchetes que tratam sobre projetos tecnológicos arriscados, a Microsoft Research está investindo na criação de um “laboratório secreto” próprio. Segundo o site ZDNet, o novo grupo de projetos especiais da empresa vai trabalhar em “tecnologias disruptivas que podem beneficiar a companhia e a sociedade”.

Para coordenar a nova divisão, a empresa teria contratado Norman Whitaker, que já trabalhou como diretor do Escritório de Inovações em Informação da DARPA, o laboratório de pesquisas que criou nada menos que o protocolo TCP/IP que serve com a fundação da internet. No entanto, o ZDNet não conseguiu descobrir quais os projetos secretos que a companhia fundada por Bill Gates trabalha no momento.

Recentemente, surgiu a informação de que a Microsoft Research trabalha em “elevadores inteligentes” capazes de escolher automaticamente o andar que uma pessoa vai sair baseado na observação de seus hábitos. No entanto, a iniciativa não tem o mesmo impacto que aquelas que saem das mentes dos membros da divisão Google X, que já pode ser considerada a principal competidora do novo laboratório secreto.

fonte e notícia : tecmundo

Viber acaba com promoção de ligações gratuitas para telefones fixos

Viber acaba com promoção de ligações gratuitas para telefones fixos

Se você é um dos fãs do Viber, mas não usou a função de permitir ligações gratuitas para números fixos, saiba que agora não há mais chance – e que você (junto de muitos outros) é o culpado por isso.

O fato é que essa promoção acabou. A causa disso é uma que a empresa já havia deixado avisado: durante o tempo em que as ligações gratuitas estiveram em efeito, o número de mensagens de texto trocadas deveria aumentar ao menos 25% em uma semana. Isso, porém, simplesmente não ocorreu, de acordo com o site Olhar Digital.

Embora tenha deixado claro que não pretende fazer essa promoção novamente, o Viber afirma que ainda pretende criar novas promoções durante o ano, com o objetivo de aumentar a base que atualmente possui no Brasil. Agora é esperar e torcer que as próximas ofertas tragam mais público, para que continuem indefinidamente.

 

fonte e notícia : tecmundo