O Ubuntu 14.04 será chamado “Trusty Tahr”

Imagem

Mark Shuttleworth, o intitulado por ele próprio Pai do Ubuntu, anunciou hoje o nome da próxima grande versão, o Ubuntu 14.04 LTS. Após 3 versões de transição onde foram implementadas inúmeras funcionalidades na versão desktop, server e até na versão móvel (Ubuntu Touch), esta versão 14.04 volta a ser uma versão de suporte prolongado, onde a estabilidade é sua máxima.

Por esse motivo, o nome e mascote desta versão teria de ser algo seguro, sólido, estável. Depois de inúmeras hipóteses, foi escolhido o nome “Trusty Tahr“, que traduzido à letra significa “cabra-selvagem fiel”. “Tahr” é um mamífero asiático relacionado com as cabras selvagens. Existe várias espécies espécies (ou géneros), mas segundo o contexto de Shuttleworth, a mascote refere-se mais concretamente à cabra-selvagem dos Himalaias, com nome científico “Hemitragus jemlahicus”.

Seguindo a linhagem de nomes do Ubuntu, em que utiliza um animal como mascote e um adjetivo, ambos com as duas palavras a começarem por uma letra do abecedário, nesta versão as palavras teriam de começar pela letra T. Ora, existiam inúmeros nomes, alguns deles muito pedidos pela comunidade, nomeadamente os mais diversos Tigres, desde os grandes mamíferos da índia até aos pequenos das Tasmânia, até à tarântula, passando pela Tartaruga. Este último foi muitas vezes usado sarcasticamente, visto que o Ubuntu tem estado cada vez mais pesado e, consequentemente, lento.

Bom, na verdade, depois de muitas hipóteses, enumeradas pelo próprio Mark no seu anúncio do nome do Ubuntu 14.04, eis que ele chegou à conclusão que o próximo nome que ele ia dar ao seu mais recente “filho” seria de “Trusty Tahr“. O nome não é fácil de se dizer e certamente a maioria de nós não sabia o seu significado, mas a verdade é que a escolha é bem interessante.

Em vez de utilizarem a imponência [e também banalidade ao nível de software] de um Tigre para provar a estabilidade, resolveram utilizar como mascote uma cabra-selvagem. Este animal, com o nome científico “Hemitragus jemlahicus”, caracteriza-se por ter pêlos longos capazes de se proteger dos frios perigosos dos Himalaias e de andar por locais inóspitos, extremamente irregulares e perigosos, de uma forma segura e contínua.

Trusty Tahr Everest 

Localização do animal que será mascote do Ubuntu 14.04

 

Apesar deste animal viver apenas na zona dos Himalaias, podemos chamar-lhe de um “todo-o-terreno”, pela sua capacidade de adaptação àqueles locais tão perigosos. E a verdade é esta mesma: o Ubuntu 14.04 Trusty Tahr será uma versão LTS, ou seja, de suporte longo, que proporcionará certamente muita estabilidade e estará apto para ser utilizado nos mais diversos fins como uma das distribuições Linux mais aconselhadas, mais confiáveis, aproximando-se então ao adjetivo “fiel” presente no nome.

Também presente no anúncio deste nome, Shuttleworth fala da excitante caminhada que foi o desenvolvimento do Ubuntu 13.10, que foi lançado esta semana, e que estão já de “malas prontas” para este Ubuntu 14.04 que será lançado daqui a 6 meses, no dia 17 de Abril. Referindo muitas vezes o Ubuntu Touch, onde alcançaram metas incríveis ao ponto de atualmente termos uma versão já utilizável baseada no próprio Ubuntu 13.10.

Mark entra também no campo da polémica, referindo que apesar de haver muita gente contra alguns dos projetos do Ubuntu, nomeadamente o MIR, ele não irá desistir pois o MIR já mostrou excelentes provas no Ubuntu Touch. Mark espera que o MIR seja uma lufada de ar fresco no Ubuntu, trazendo velocidade, leveza e vantagens imediatas como gastos inferiores em termos de bateria. Para além disso, Mark, e neste ponto tem razão, estranha ver algumas empresas/comunidades criticarem tanto o MIR que dão maior prioridade em ter compatibilidade com Windows que com o MIR, que é open-source e para Linux.

De entre alguns outros temas abordados, ainda relembra que a próxima UDS será em Novembro, onde serão traçados os caminhos de desenvolvimento do Ubuntu 14.04, nomeadamente objetivos e novas funcionalidades. Como sempre, a comunidade pode participar, pelo menos assistindo.

fonte: http://ubuntued.info

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s