Samsung inicia produção em massa de memórias DDR4

Samsung inicia produção em massa de memórias DDR4

Os cartões de 32GB serão capazes de trabalhar a 2.667 MHz; se comparados aos DDR3, uma redução em 30% no consumo de energia também poderá ser notada. Além disso, a taxa média de transferência de dados foi aumentada – o módulo será capaz de atingir um desempenho até 25% maior do que os cartuchos que precedem a série. Contudo, uma conveniente questão acaba vindo à tona: quais computadores vão poder usar estes produtos?

Samsung inicia produção em massa de memórias DDR4

Tecnologia para alguns poucos

Atualmente, os controladores de memória ficam anexados às CPUs – somente uma próxima geração de processadores poderia dar conta de rodar as memórias DDR4. A arquitetura Haswell-E, desenvolvida pela Intel, chegará em 2014 ao mercado; prevê-se que somente em 2015 o uso comercial e doméstico desta nova memória poderá ser devidamente feito. Dessa forma, podemos esperar a chegada destes cartões apenas aos servidores de próxima geração – colocar as mãos em uma DDR4 vai ser, pelo menos durante todo o próximo ano, luxo de alguns poucos.

fonte: tecmundo

Anúncios

Alto-falantes com gel transparente podem revolucionar som no futuro

Você gosta de música? Os mais apaixonados por boas canções devem estar cansados de tentar encontrar o ponto perfeito de equalização para que tenham a maior qualidade possível na reprodução de seus arquivos. Pois cientistas de Harvard acabam de mostrar um sistema que pode ser perfeito para esse tipo de aficionado de áudio, pois promete mais qualidade do que a grande maioria dos sistemas atuais.

A nova tecnologia apresenta transparência, sistema ativo de cancelamento de som externo e ainda garante muito mais clareza na reprodução das notas. Tudo isso graças à utilização de condução iônica, que permite a criação dos discos transparentes utilizados pelos cientistas. Ela conta com duas camadas de gel criadas com água salgada, que ficam em torno de uma folha de borracha.

Os sons são emitidos quando a tensão elétrica suficiente é passada pelo gel, causando vibrações e contrações na borracha utilizada na construção do sistema. É isso o que irá reproduzir o som enviado pelos computadores ou outros dispositivos utilizados — o mais impressionante é que isso acontece em todo o espectro audível pelo ouvido humano, que vai dos 20 Hz aos 20.000 Hz.

Alto-falantes com gel transparente podem revolucionar som no futuro

O que faz a eletricidade fluir de uma maneira melhor é a já mencionada condução iônica. Ela permite que os íons se movam entre diversas localizações dentro da estrutura — ao contrário dos sistemas de condução por cobre, em que os átomos ocupam posições fixas. No futuro, isso deve ser também aplicado a dispositivos flexíveis, aliando-se às telas desse tipo para garantir mais qualidade e maleabilidade aos consumidores.

fonte: tecmundo

Unity anuncia programa para desenvolvimento de jogos próprios

Unity anuncia programa para desenvolvimento de jogos próprios

“Trabalhamos duro durante anos para criar uma tecnologia que permitisse aos desenvolvedores criar objetos, personagens e cenários em qualquer tamanho de forma a dar vida às suas mais incríveis visões”, destacou David Helgason, CEO da Unity Technologies. 

Segundo o executivo, os esforços iniciais serão concentrados no mercado mobile, com jogos desenvolvidos visando aliar a flexibilidade dos portáteis com as capacidades maiores de hardware de outras plataformas. Os dois jogos anunciados serão lançados no último trimestre deste ano e vão contar com versões para Android e iOS (iPhoneiPad e iPod Touch). 

Para 2014 a Unity Technologies espera lançar novos títulos, em parceria com outras desenvolvedoras. Na lista de parceiros já definidos estão os estúdios Spark Plug Games, Electric Eggplant, Mimimi Productions e N-Fusion Interactive.

fonte: tecmundo

Pesquisadores do MIT desenvolvem processador com 110 núcleos

Pesquisadores do MIT desenvolvem processador com 110 núcleos

A ideia, com essa quantia absurda de núcleos, é trocar o cache dos processadores por uma memória compartilhada. Com isso, a velocidade de transferência de dados recebe um aumento considerável: segundo o PC World, os pesquisadores conseguiram um aumento de 25% na performance da CPU, em comparação a outros chips.

Antes que você realmente comece a pensar em colocar um desses em seu PC para conseguir rodar qualquer game, vale dizer que ele não ajudaria muito nesse sentido. Isso porque, como dito por Mieszko Lis, uma das integrantes do grupo que desenvolveu o super chip, o processador de 110 núcleos foi feito para desempenhar tarefas gerais, e não acelerar o processamento gráfico. “Não é o tipo de coisa que você compraria de Natal”, disse ela.

fonte: tecmundo

CityNext: Microsoft lança programa para cidades inteligentes

CityNext: Microsoft lança programa para cidades inteligentes

A ideia da plataforma é oferecer às cidades o acesso a uma vasta rede de parceiros, por meio do Microsoft Partner Network, mais de 430 mil especialistas em tecnologia para as áreas de educação e programas sociais.

“Acreditamos que a tecnologia pode colaborar com a gestão pública e otimizando os serviços aos cidadãos. Com os grandes eventos esportivos, vemos oportunidades no curto prazo com soluções para segurança, mas as soluções que propomos podem beneficiar diversas frentes como educação, saúde, transporte, entre outros”, disse Patricia Freitas, diretora para o setor público da Microsoft Brasil.

Para mais informações sobre a iniciativa, vale a visita no site oficial do projeto.

fonte: tecmundo

Digital Storm apresenta sistema de water cooler HydroLux

Digital Storm apresenta sistema de water cooler HydroLux

Como você consegue conferir na imagem acima, o sistema de resfriamento tem um visual bastante impactante e colorido. Esse aspecto é dado por LEDs que podem ser controlados por um software instalado no PC, permitindo escolher a cor da iluminação, além de uma série de outros detalhes do HydroLux. Vale a pena comentar que, no modo automático, a cor da iluminação varia de acordo com a temperatura do computador.

O nível de personalização do HydroLux é bastante abrangente, mas permite a você escolher deixar tudo funcionando sem que seja necessário interferir em momento algum. O modo automático, além de cuidar da iluminação, mantém a temperatura do computador sempre estável, fazendo a correção com o fluxo do líquido nas mangueiras.

Atrapalha o upgrade?

Você pode ainda imaginar que um PC como o da foto representaria um problemão para receber um upgrade de hardware. Isso seria verdade caso a fabricante não tivesse inserido um sistema facilitado para conexão e desconexão das mangueiras. Assim, espera-se que vazamentos ou mangueiras na frente das peças não impeçam ninguém de mexer internamente no PC.

Para ter um sistema desses em seu computador é preciso desembolsar uma boa quantia. Os PCs mais baratos que saem com o HydroLux de fábrica custam pouco mais de US$ 1 mil, podendo chegar a quase US$ 10 mil. O produto já está disponível no site da marca, com entregas apenas para os EUA e Canadá.

fonte: tecmundo

Microsoft e Google juntam forças para processar governo dos EUA

Microsoft e Google juntam forças para processar governo dos EUA

Por conta de todo o segredo em torno de quais informações são acessadas pelas autoridades dos EUA, uma quantidade enorme de pessoas ficou indignada e descontente, incluindo os próprios norte-americanos. Enquanto isso, duas grandes companhias foram envolvidas em diversas críticas, a Google e a Microsoft.

Luta por transparência

Dando uma trégua na sua competição dentro do mercado de internet e tecnologia, as duas gigantes estão juntando as forças para processar o governo dos Estados Unidos. Segundo representantes das empresas, está dentro do seu direito constitucional ser transparente e explicar às pessoas o que é acessado pelas autoridades.

Em outras palavras, as companhias querem contar a você quais emails são lidos ou qualquer outra coisa que foi investigada ou teve acesso requisitado. Os representantes legais das empresas já vinham conversando com o governo dos EUA, mas a único passo positivo dado foi o da abertura de informações de doze meses atrás.

Dessa maneira, a Microsoft e a Google vão entrar com um processo para que a transparência realmente aconteça. Como as duas companhias têm o apoio de outras empresas menores do ramo de tecnologia, elas esperam que o Congresso interceda a favor e tornem todos esses dados públicos. 

fonte: tecmundo