Lente de contato consegue transformar seu olho em um “telescópio”

Lente de contato consegue transformar seu olho em um

Um grupo de pesquisadores norte-americanos e suíços desenvolveu uma lente de contato que mais parece um telescópio que pode ser usado nos olhos. O objetivo é ajudar idosos que sofrem com problemas degenerativos no globo ocular, o que gera uma perda gradual de visão conforme a pessoa envelhece.

A lente desenvolvida por eles pode ser usada por aquelas pessoas que não conseguem mais utilizar óculos ou por quem as lentes de contato comuns não fazem mais nada. Assim, esse novo dispositivo poderia ampliar a visão dos pacientes como se fosse um verdadeiro telescópio acoplado aos olhos, aproximando imagens. Ele inclusive pode ser ativado ou desativado pelo usuário.

Isso é possível por conta do cristal líquido no interior das lentes de apenas 1 milímetro de espessura. Dessa forma, quando as moléculas estão ajustadas em uma orientação específica, elas conseguem captar mais luz e direcioná-la para pontos da retina que ainda estão saudáveis. O contrário também é possível, desativando completamente o efeito da lente.

Ao que parece, a lente seria feita sob medida para uma pessoa, podendo ser apenas “ligada” ou “desligada”. Além do mais, como o produto é novo e ainda está recebendo ajustes, não há uma previsão certa de quando isso poderá ser comercializado e de fato ajudar pessoas pelo mundo.

fonte: tecmundo

Recon Jet: os óculos inteligentes para atletas já estão em pré-venda

A Google não é a única empresa que está lançando óculos de realidade aumentada. A Recon Instruments está preparando o Recon Jet, um gadget desenvolvido especialmente para atletas, capaz de auxiliar os esportistas em suas atividades.

O dispositivo conta com uma série de recursos interessantes, como WiFi, GPS e Bluetooth, e utiliza o sistema operacional Android. Como o aparelho é desenvolvido para atletas, sua carcaça é reforçada e pode ser substituída em caso de acidentes.

O Recon Jet também pode se conectar a smartphones que utilizem tanto o iOS quanto o Android e, através disso, exibir na lente muitos dados úteis aos atletas, como percurso, velocidade, batimentos cardíacos, mensagens de texto e até mesmo ligações telefônicas.

Recon Jet: os óculos inteligentes para atletas já estão em pré-venda 

Quem quiser adquirir o modelo especial “Recon Jet Pilot Edition” já pode efetuar a compra antecipada, oferta que deve durar até o dia 21 de julho, período em que termina a Volta da França, a tradicional competição de ciclismo que ocorre todos os anos no mês de julho.

Os early adopters do gadget poderão adquiri-lo por US$ 499 (R$ 1.100, sem impostos) durante o período de pré-venda. Depois disso, o preço sobe um pouco e passará a ser de US$ 599 (R$ 1300, sem impostos).

Para adquirir o Recon Jet, acesse a loja oficial clicando aqui. Entretanto, o site informa que, pelo menos por enquanto, ainda não está enviando produtos para o Brasil.

fonte: tecmundo

Arte em cobre e aço: um PC miraculoso construído de forma artesanal

Tubos de cobre fazem parte do sistema de refrigeração

O que justifica esses preços astronômicos são, além dos componentes internos de cada PC, os mecanismos de refrigeração das máquinas: todo o gabinete é feito de metal, 22 coolers são responsáveis pela ventilação interna do sistema e tubos niquelados de cobre fazem a distribuição inteligente de calor por toda a estrutura – o design dessa central de refrigeração avançada é baseado, inclusive, em modelos automotivos de ventilação, diga-se de passagem.

E 22 coolers refrigeram a máquina. 

Refrigeração

O Aventum II, nome do mais novo produto para gamers fabricado pela Digital Storm, conta até com ventilação aos seus sistemas de iluminação integrados. E como o calor é expulso das entranhas dessa máquina fabulosa? Ao contrário do que acontece na parte interna dos gabinetes convencionais, há, nesta máquina, uma câmara única para escape de ar quente. Além disso, toda a refrigeração é feita de forma automática – um sistema desenvolvido por engenheiros altamente capacitados faz com que cada um dos 22 coolers trabalhe da melhor forma possível.

Componentes internos

De acordo com a própria descrição do produto, o “Aventum II é o auge atingido em mais de uma década de paixão por criar PCs de desempenho poderoso mundo afora”. Cada computador é montado individualmente e checado, antes de sair da empresa, ao menos três vezes pelos técnicos da Digital Storm – o que faz de cada gabinete uma verdadeira e única peça de arte. Como bem se pode notar no vídeo abaixo, apenas componentes top de linha são utilizados durante a confecção de cada máquina.

<a

Processadores Intel-Core i7EE, placas NVIDIA GeForce GTX Titan (confira a análise clicando aqui), ventoinhas dedicadas ao lado de cada um dos cartões de vídeo, leitor de Blu-ray e OS Windows 7 são alguns dos itens que você vai encontrar em algumas versões de Aventum II. E detalhe: apesar de existirem configurações já fixadas a cada uma das quatro edições desta máquina, é possível ainda customizar cada uma delas.

Componentes top de linha fazem parte do sistema desta máquina. 

Você pode encomendar o seu miraculoso PC Aventum II pelo site da Digital Storm (para acessá-lo, clique aqui). Abaixo, galeria com mais imagens do tal computador.

fotos:

Imagem

 

Imagem

 

fonte: tecmundo

A Google é mais valiosa do que a Apple?

A Google é mais valiosa do que a Apple?

 A Apple está entre as três companhias mais valiosas do mundo. Os números de mercado desta semana mostram que, no setor de tecnologia, a Apple domina o mercado, estando avaliada em US$ 374 bilhões, contra US$ 290 bilhões da Google, uma diferença de US$ 84 bilhões.

Quando o assunto é dinheiro em caixa, a Apple também vence, com uma diferença ainda maior. A empresa da Maçã possui mais de US$ 145 bilhões em caixa contra “apenas” US$ 45 bilhões da Google. Entretanto, se utilizarmos um parâmetro pouco convencional, é possível afirmar que a Google vale “mais” que a Apple.

Explicando a lógica do site MoneyBeat: imagine que você está prestes a comprar uma das duas empresas, mas na hora de fechar o negócio você está comprando apenas a infraestrutura e o nome da companhia, deixando de lado a sua poupança. Descontando o valor que cada uma possui em caixa, é possível afirmar que a Apple vale US$ 233 bilhões, contra US$ 241 bilhões da Google.

O que isso significa na prática? Pouca coisa, mas não deixa de ser curioso observar como os tempos de vacas gordas da Apple – quando a companhia chegou a valer mais de US$ 600 bilhões – fizeram com que ela acumulasse um capital significativo como “poupança”. Tão significativo a ponto de manter a companhia, mesmo em baixa, entre as mais valiosas do mundo.

fonte: tecmundo

Entenda como funciona o canhão sônico utilizado pela polícia nos protestos

Entenda como funciona o canhão sônico utilizado pela polícia nos protestos

 Nas últimas semanas as ruas brasileiras foram tomadas por uma série de protestos. A mobilização popular reivindica uma série de melhorias para os serviços públicos, como transporte, educação e saúde. Entretanto, nem todas as manifestações terminaram de forma pacífica e, em algumas delas, a polícia militar precisou lançar mão de armas não letais para conter alguns atos de vandalismo.

Uma das armas curiosas utilizadas pela Polícia Militar do Rio de Janeiro é o canhão supersônico. O sistema, chamado “Inferno”, funciona com uma espécie de alarme que utiliza quatro frequências simultâneas entre 2 Khz e 5 Khz. A potência é de 123 decibéis.

Ao entrar em contato com o alvo, seja ele uma pessoa ou um animal, a vítima fica desorientada e sente tonturas, náuseas e dores no peito, sendo forçada a se evadir do local. A exposição contínua ao som alto pode provocar até mesmo desmaios.

O grande segredo da arma não está na potência sonora, mas sim na combinação das frequências simultâneas. Todos aqueles que tiveram o desprazer de comprovar a eficácia da arma de perto relataram que a sensação de dor e desconforto é muito grande, não restando outra opção senão fugir do local.

fonte: tecmundo

Tim Berners-Lee alerta: web pode ser controlada por governos e corporações

Tim Berners-Lee alerta: web pode ser controlada por governos e corporações

 Durante evento realizado nessa terça-feira dia 25 no Reino Unido, Tim Berners-Lee, o criador da internet, foi questionado sobre as recentes alegações feitas por outro figurão da web: Edward Snowden. Recentemente, Snowden afirmou que os governos e corporações estão “se aproveitando dos cidadãos, monitorando-os via internet”.

Em resposta ao tal comentário, Tim Berners-Lee disse que “o projeto original da web, concebido há 24 anos, era de um espaço universal e que não havia [na época] a ideia de um computador particular, um navegador ou uma linguagem em mente”. Nessas duas últimas décadas, como bem se sabe, a web ganhou proporções nunca imaginadas pelos seus criadores (veja aqui um infográfico acerca do assunto).

Sobre isso, Berners-Lee faz o seguinte complemento: “Quando você faz algo universal… Isso pode ser usado para coisas boas e para coisas desagradáveis… Só precisamos nos assegurar de não deixarmos que empresas e corporações usem [a internet] para obter o controle total”.

Por uma internet melhor

Tim Berners-Lee, além de ser conhecido como o pai da internet, é considerado também um intelectual e ativista. Em janeiro, inclusive, um pedido de sua autoria foi feito ao governo. A reivindicação? Disponibilizar informações online sobre temas relacionados à saúde e à segurança que podem beneficiar as pessoas.

Tim Berners-Lee alerta: web pode ser controlada por governos e corporações

Em dezembro do ano passado, outra postura foi adotada pelo intelectual; ele se posicionou contra as mudanças em um documento datado de 1988 (o International Telecommunication Regulations) que, se alterado, pode transferir o “poder da internet a corpos independentes” – toda disponibilização de conteúdo online seria, assim, regulada por terceiros.

fonte: tecmundo

Voluntário do WikiLeaks recebeu US$ 5 mil para ser informante do FBI

Voluntário do WikiLeaks recebeu US$ 5 mil para ser informante do FBI

 Sigurdur “Siggi” Thordarson tem 20 anos e nasceu na Islândia. Antes da maioridade, já ajudava uma das organizações mais polêmicas do mundo, a WikiLeaks, responsável por obter e divulgar documentos comprometedores sobre política internacional. Mas a história do jovem não termina aí: peça-chave do esquema de Julian Assange, ele acaba de anunciar que era também informante do FBI.

A função de agente duplo teria rendido a Siggi cerca de US$ 5 mil. Ele realizava reuniões constantes com agentes, em que fazia um relatório das atividades do WikILeaks, além de enviar cópias de documentos importantes e projetos, o que inclui até uma cópia do passaporte do criador do site, Julian Assange.

“Comprar” um espião significa, segundo especialistas, que o FBI considera o WikiLeaks não só um projeto de notícias, mas uma organização criminosa. Siggi alega ter centenas de páginas de bate-papo entre ele e colegas do WikiLeaks – tudo repassado aos agentes. Ele é o primeiro informante do projeto que vai a público.

A mudança de lado

A notícia torna-se ainda mais bombástica quando se descobre que Siggi era tido como um pupilo de Assange, um “estagiário” inseparável e sempre defendido pelo chefe. Ele chegou até a usar a influência na organização para contratar, por conta própria, o grupo hacker LulzSec para derrubar sites do governo islandês.

Quando um dos líderes dos hackers, Sabu, foi preso e virou informante, o nome de Siggi foi descoberto entre os cúmplices. Dois meses depois, ele contatou o FBI e passou a cooperar. Ele cita duas razões para a traição: a primeira é não gostar de quebrar leis ao trabalhar com grupos como o LulzSec, o que não faz sentido, já que foi ele quem teve a ideia original de recrutá-los. A segunda é mais sincera: “Acho que foi pela aventura”, confessou o jovem ao Wired.

fonte: tecmundo